Resenha crítica – filmes – If I Stay ( Se eu ficar)

“ Porque tenho a impressão de que você está prestes a mudar a minha vida?”

Como não suspirar ao ler essa chamada? Como não amar um filme desses, antes mesmo de assisti-lo ? Co-mo?

Com esse questionamento começa esse filme maravilhoso, fruto da adaptação da obra de mesmo nome da badaladíssima autora Gayle Forman. O filme narra a história de Mia (Chloë Grace Moretz), uma linda e talentosa jovem musicista de 17 anos que, no auge das descobertas de sua vida, sobre um grave acidente de carro junto com a sua família e fica entre a vida e a morte. Só que tem um detalhe: apesar de estar em coma, seu espírito está vendo tudo o que está acontecendo. Ela presenciou o seu resgate, a sua ida ao hospital e até mesmo a angustia de seus amigos e familiares esperando que ela volte a consciência e explique a todos como tudo ocorreu.

Durante essas 24 horas em que permanece fora de seu corpo, Mia começa a recordar todos os momentos importantes de sua vida e questionar se vale à pena lutar novamente para viver ou simplesmente deixar que a morte lhe leve.

Sua retrospectiva começa com o dia mais importante de sua vida: o dia em que ganhou seu violoncelo e como tudo mudou desde ali. Seus pensamentos caminham pelos inesquecíveis e felizes momentos rotineiros com seus pais e irmãos até pararem no dia em que conheceu a pessoa que iria mudar completamente a sua vida e seus sonhos: Adam (Jamie Blackley), um jovem um pouco mais velho do que ela, descolado, cheio de amigos, bonito e vocalista de uma banda famosa em seu Estado. Ou seja, assim como seus pais, alguém completamente diferente dela e de tudo o que ela mais gostava de ouvir: música clássica.

A beleza do filme está, dentre várias mensagens lindas, no respeito as diferentes personalidades e modos de vida. Mia era uma menina completamente diferente dos seus pais e de Adam, mas nem por isso era infeliz. Pelo contrário: todos sabiam conviver muito bem com isso, respeitando e aprendendo uns com os outros.

Além disso, o filme retrata que, para um relacionamento dar certo, é preciso que ambos os lados saibam ceder e respeitar o espaço do outro, além de se permitir aprender sobre o mundo do outro sem precisar abrir mão do seu mundo ou daquilo que gosta e acredita.Este ensinamento se faz presente não apenas no relacionamento amoroso de Mia e Adam, mas também seu com seus pais, avós e amigos.

Sem sombra de dúvidas, uma delícia de filme. Ao primeiro momento, pode-se parecer que se trata de um drama denso, mas para mim os momento de romance e comédia se sobressaíram as pequenas doses de drama. Com certeza, as partes dramáticas do filme exerce um papel mais secundário, se tornando mais presente ao final do longa.

Para quem prefere ler a obra original em vez de ver assistir ao filme, a Amazon vende duas versões do livro:

  1. Livro Impresso com capa comum – R$ 19,90 – compre aqui.
  2. Ebook (versão com entrevistas exclusivas realizadas pela autora Gayle Formancom os atores Jamie Blackley e Chloe Grace Moretz) – Gratuito – adquira aqui.

PS: Procurando curiosidades sobre o filme, ache esse blog só com frases mais bonitas do filme, uma fofura!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s