Resenha crítica – filmes – Uma doce mentira (De Vrais Mensonges)

Só em ser francês, o filme já ganha meu coração. Tendo Audrey Tautou como protagonista, é amor na certa. Esse lindo filme, se passa em uma cidade do interior da França em que, uma espevitada e bem resolvida cabeleireira começa a receber cartas de amor anônimas. Num primeiro momento ela pensa que é de um verdureiro bem velhinho que trabalha perto de seu salão, e assim, ignora o teor da carta mas passa a sorrir todos os dias para ele como forma de recompensar o amor não correspondido.

Porém, as cartas são escritas por um quebra-galhos, que vai todos os dias fazer determinados reparos em seu salão só para ficar ao seu lado. Apesar de jovem e bonito, Emilie nunca imaginou que o seu funcionário tão dedicado fosse o remetente das cartas e para piorar a situação, ela resolve repassar as cartas para sua mãe, como forma de tira-la de uma depressão pós-divórcio.

Mas Emilie, por não ser romântica, nem se atentou direito as mensagens de amor que a carta trazia em si e assim, acaba que a carta surte mais efeitos do que o esperado. As cartas anônimas despertam uma amante fogosa que estava adormecida dentro de sua mãe e assim, além de trazer a tona uma verdadeira policial investigativa focada em descobrir quem era aquele homem cheio de amor que a escrevia.

Assim, diante da pressão da mãe, Emilie precisa encontrar urgentemente alguém que se passe pelo remetente, com medo de que ao saber a verdade, sua mãe volte a ficar deprimida. E ela pede nada menos que o seu funcionário assuma a autoria das cartas, sem saber que de fato ele era o verdadeiro autor.

O desenrolar da história em si é muito bom, mas o destaque está para as surpreendentes reações de Emilie ao conhecer esse outro lado passional de sua mãe e das situações constrangedoras que seu funcionário passa ao seu lado:

Uma comédia de 2011, dirigida por Pierre Salvadore, com roteiro de Benoît Grafin. Uma curiosidade é que este foi o segundo filme em que Audrey Tautou trabalhou com o diretor Pierre Salvadori, repetindo o mesmo sucesso do delicioso filme: “Amar… Não Tem Preço”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s