Novos estudos afirmam que os cérebros feminino e masculino são mais semelhantes do que imaginávamos.

Matéria adaptada da revista Glamour com livre tradução. Para ler a matéria original, clique aqui.

Quando o assunto é relacionamento amoroso, as mensagens podem ser codificadas de forma completamente diferente por homens e mulheres, sendo a “culpa” colocada sempre nas diferenças existentes entre os cérebros de cada um dos sexos. Mas essa “culpa” histórica está com os dias contados: estudos recentes afirmam que talvez as nossas estruturas cerebrais podem não ser tão diferentes assim, afirmando que essa divisão seja meramente utópica.

A psico-bióloga Daphna Joel e uma equipe de pesquisadores da Universidade de Tel-Aviv analisaram exames cerebrais de mais de 1.400 pessoas para realizar o estudo, examinando uma variedade de características, desde a massa cinzenta até o tamanho das áreas mais específicas do cérebro, de ambos os sexos. Eles analisaram principalmente as áreas onde homens e mulheres apresentam suas maiores diferenças, e em seguida, mapearam três áreas para categorizar diferentes traços cerebrais, nomeando-as assim: “área mais feminina”, “área mais masculina” e uma “área neutra” no meio.

E a que conclusão chegaram? Concluíram que é realmente muito raro um cérebro ser enquadrado como completamente “masculino” ou “feminino”. A maioria de nós tem características que se enquadram em ambas às áreas: “… cérebros com características bem definidas como extremamente masculinas ou femininas são raros. Em vez disso, a maioria dos cérebros é composta de mosaicos de características, algumas mais comum em mulheres quando comparadas aos homens, algumas mais comum no sexo masculino em comparação com as do sexo feminino, e algumas comuns em ambos os sexos. “

Na realidade, apenas seis por cento dos cérebros estudados foram enquadrado como inteiramente “feminino” ou inteiramente “masculino”.
Heidi Johansen-Berg, professora de neurociência na Universidade de Oxford, que não participou do estudo, disse em entrevista ao jornal “The Guardian”, que o ponto principal do estudo é que, diferentemente da genitália, não é possível categorizar perfeitamente um cérebro como sendo de um único sexo. Outro ponto que a professa destaca é que “o diferencial do estudo é percebermos que embora existam algumas características cerebrais que são um pouco mais comuns em homens e outras em mulheres, na totalidade somos todos uma mistura destes dois sexos”.

Mas o que isso mudará em nossas vidas amorosas?! Provavelmente nada. Mas é interessante sabermos que talvez não sejamos tão Marte ou tão Vênus assim, como sempre imaginamos.

Anúncios

3 comentários em “Novos estudos afirmam que os cérebros feminino e masculino são mais semelhantes do que imaginávamos.

  1. Muito interessante! Nunca achei que os homens e mulheres fossem tão diferentes. Na verdade, acredito que a diferença que existe é estimulada pela própria sociedade, na própria casa, na escola. Filhos homens não são ensinados à cozinhar ou cuidar da casa, por exemplo, entre outras coisas. A diferença está mais na criação do que no cérebro, como vimos no seu texto e na reportagem.

    1. Tenho a mesma linha de raciocínio. Acho que tudo é uma questão da forma em que cada um é criado e educado. Mas achei interessante a divulgação do estudo, um “tapinha de luva” em muito machista que tem por ai que acredita que os homens são mais capazes que as mulheres…

      1. Isso é verdade!!!! Nós mulheres somos capazes de tudo. Tudo é questão de vontade! E o mesmo vale para os homens! 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s