Resenha crítica – filme – The Best Of Me ( O Melhor de Mim)

Na publicação passada falamos como é importante sabermos dizer não e que devemos evitar ao máximo tomar atitudes pensando apenas no que o outro vai sentir, ou melhor, no que acreditamos que seja o que o outro sentirá. O filme de hoje aborda bem com bastante profundidade esse tema e como as pessoas que amamos podem influenciar demais na nossa relação com outras pessoas, seja de forma positiva ou de forma negativa. Nem sempre as escolhas que tomamos no lugar do outro, é de fato o que ele realmente desejava:

Um filme reflexivo e delicioso para um domingo chuvoso. ” O Melhor de Mim” conta a história de um casal pouco provável e se passa em duas épocas distintas. Na primeira fase do filme mostra como Amanda, a popular filha do pastor da cidade que conheceu e começou a namorar Dawson, o garoto estudioso que fugia da sua sina familiar de marginais. O elo entre os dois personagens é um viúvo que na época acobertava o seu namoro e que com a sua morte, traz de volta a antiga cidadezinha, o ex-casal de namorados que não tinha mais contato um com o outro.

O fato do reencontro trazer a tona os sentimentos já esquecidos no passado é evidente demais, mas o que o filme realmente aborda ( e muito bem!) é como assuntos mal resolvidos podem influenciar uma vida inteira, repleta de mágoas e desencontros que, com uma simples conversa com a cabeça fria poderiam ter sido resolvidas.

E assim, fica evidente que aquele ciclo precisava ser fechado. Amanda vive um casamento fracassado por vários motivos ( que não posso contar para não estragar os desfechos do filme) e Dawson uma vida vazia que, apesar de ter passado por cima de qualquer preconceito e se tornado um profissional renomado e reconhecido como um herói nacional, nunca conseguiu permitir que outra mulher entrasse em sua vida. O reencontro dos dois, mais do que a resolução de pendências, mostra como o verdadeiro sentimento de amizade e cumplicidade pode ser mais forte e passível de cura de ressentimentos do que qualquer paixão, por mais avassaladora que seja.

O filme foi baseado no romance homônimo do escritor Nicholas Sparks, o mesmo das obras “Diário de uma paixão”, “Querido John”  e “Um Porto Seguro”.


Para assistir online:

http://www.filmesonlinegratis.net/assistir-o-melhor-de-mim-dublado-online.html

Disponível também no Netflix e Netnow.

Anúncios

4 comentários em “Resenha crítica – filme – The Best Of Me ( O Melhor de Mim)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s