Resenha crítica – filmes – Loucamente Apaixonados ( Like Crazy)

Acho que um termo que bem defini este filme é “detalhes”. Eles são bens explorados ao logo de toda a trama, em pequenos gestos tão rotineiros de uma relação amorosa que, na maioria dos filmes românticos, não são tão abordados. Exploram bem a troca de olhares, os presentes feitos artesanalmente por cada um, os pensamentos perdidos que o outro consegue entender… Bem interessante. Mas eu esperava muito mais do filme. Muito mais mesmo! Sabe quando você lê a sinopse, senta no sofá cheio de expectativas, assisti os dez primeiros minutos do longa, mas a história não decola?! Pois é, foi assim que me senti, já que o trailler e maravilhoso, como vocês podem ver:

A trama é sobre dois estudantes: Anna, uma britânica estudante de jornalismo que está em Los Angeles fazendo uma especialização e Jacob, um estudante americano de designer de móveis que nas horas livres, faz bico como assistente do professor de Anna. Para conquistá-lo, Anna escreve diversos textos, sobre temas diversos e deixa no parabrisa do carro de Jacob com o seu número de telefone e a seguinte frase: Eu não sou louca, juro.

A história deles começa ai. Anna o leva para conhecer seus textos, seus discos favoritos e sua paixão por whisky e no decorrer de tudo isso eles percebem que possuem vários interesses em comum, e não apenas a atração física. Mas o visto de Anna estava para vencer, e num momento de rebeldia, em vez de voltar a Londres para renová-lo, ela decidi ficar mais dois meses de forma ilegal nos Estados Unidos. Mas isso, no decorrer do filme, lhe gerou muitos percalços e empecilhos, que vão contribuindo aos poucos para que a relação ideal comece a sofrer fortes turbulências.

O filme foi dirigido por Drake Doremus e estrelado por Anton Yelchin, Felicity Jones, Jennifer Lawrence, e Alex Kingston. Como premiação, destacamos o Prêmio do Júri do Festival Sundance de Cinema de 2011.

Como uma das poucas cenas de destaque do filme, achei interessante uma em que Jacob, seguindo o conselho de Anna de se relacionar com outras pessoas, começa a se envolver com Samatha ( interpretada por Jennifer Lawrence que faz a personagem mais sensata do filme) sua funcionária da empresa de móveis. Em um momento do dia, ele confunde os nomes e chama Samantha de Anna. Ela ignora a situação mas ele toca no assunto e pede desculpas. Mas a forma como ela contorna a situação, mesmo sabendo que a Anna ainda não está totalmente fora do jogo, faz a gente sentir orgulho da superioridade dela e querer ser igual.

No mais, não é um filme que eu assistiria novamente, achei entendiante, achei que muitos diálogos poderiam ser melhores explorados e diversas vezes olhei para o relógio para saber se já estava perto de terminar.

Para quem não tem Netflix, segue o filme na íntegra para ser visto online:

Para quem quiser baixar, na versão HD:

http://megafilmeshd.net/feito-louco/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s