Evitando a auto-sabotagem após o término de uma relação

Relacionar-se é um dos verbos mais complicados para se conjugar na prática da vida. Na teoria é lindo, com o conceito de que apenas há evolução na interação entre outros seres. Mas buscar entender as ações do outro, aceitar, administrar e até mesmo ignorar, são apenas alguns verbos derivados da idéia do nosso verbo principal que, às vezes nos dá até um desanimo de tentar novamente coloca-lo em prática.

Às vezes, de tantas decepções amorosas, as pessoas acabam se fechando mais ainda em relação ao outro, criando barreiras internas que mais servem para auto-sabotagem do que para permiti-se seguir adiante. Não é fácil passar uma borracha e começar uma nova história, acreditar que ainda é possível amar e achar alguém tem o mérito de ser amado por nós. Muitas mulheres tendem a culpar a si mesmas por relações que não deram certo e esquecem que o núcleo do verbo “relacionar” exigem dois sujeitos ativos para que ele alcance o seu objetivo proposto.

Levantar e sacudir a poeira é mais do que preciso, é necessário. Uma guerra não se ganha tendo êxito em várias batalhas mas sim na batalha final, que é a mais importante. Da mesma forma é a vida da gente. Tem dias que serão difíceis que nem um aumento no salário dará jeito no nosso humor, mas depois há dias que ficaram mais leve e que uma bela torta de morango já nos fará sorrir,. Já outros, serão tão leves que, iremos rir de nós mesmo e ver como éramos bobas por achar que aquela pessoa seria digna de fazer parte da nossa vida e merecedora de compartilhar os nossos momentos com ela.

Armar-se contra o amor em nada adianta. Só nos tornará amarguradas e sem brilho. Temos que identificar que para sermos capaz de dar amor alguém, temos que está amando plenamente a nós mesmas. É preciso identificar o nosso ponto franco e blindá-lo para ninguém nem nada o atinja. Após esse blindamento interno, seremos capazes de ver o que tá legal para ser mantido e o que realmente precisa de uma repaginada. Ai sim, depois dessas etapas estaremos prontas para nos equilibrarmos internamente e partirmos em busca do amor externo.

A melhor estratégia para seguirmos em frente depois de uma relação que dilacerou nossos sentimentos é perceber a necessidade de ciclos fecharem para que a renovação interna ocorra e assim, oportunidades bem mais promissoras se tornem possíveis.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s