Fim de namoro longo: voltar ou não voltar?

Um dia uma amigona minha me ligou para contar que tinha terminado por telefone um namoro de sete anos. Começou com uma discursão boba, sobre quem iria comprar os ingressos do cinema antecipadamente, para não pegar fila e quando ela deu por si, tinha terminado o namoro de se-te anos em uma ligação de menos de do-is minutos. Estava em choque. Não sabia o que fazer a partir dali, apesar da certeza de que não queria mais voltar.

Muitas vezes nos prendemos a relacionamentos longos pela simples comodidade de ter uma pessoa bacana ao nosso lado. Grandes namoros não terminam por falta de compatibilidade de interesses, mas simplesmente porque a paixão se foi e ficou apenas um carinho fraternal ali no meio do caminho, carinho esse que não consegue sustentar as picuinhas do dia a dia.

Ai na primeira semana é um alívio por não ter a obrigação de mandar mensagem de bom dia para ninguém, nem precisar ir em todo sábado a um aniversário de um amigo que nem é seu e muito menos poder se permitir ficar em casa vendo um filme antigo na tv. Na segunda semana vem um vazio, de não ter com quem dividir as coisas do dia a dia, e antes mesmo de terminar a quinzena, a pessoa já se vê pedindo para voltar com o outro.

Creio que os primeiros dias são os mais importantes no fim de qualquer relacionamento. por isso, permita-se saber o que realmente você quer para a sua vida, no sentido de definir o que você acha legal que seu namorado tenha e o que você não acha legal. Parece bobo, lendo assim, mas isso é de extrema importância. Saber o que se quer é uma das coisas mais difíceis da vida…. Após fazer pelo menos um esboço dessa lista de desejos é hora de enumerar as qualidades e os DEFEITOS do seu ex-namorado. Sim, porque mulher adora só lembrar das coisas boas quando se está carente! Após ter essa lista em mãos compare as duas e veja o que você está disposta abrir mão ou não. A mudança deverá estar em você e não no outro. Se em sete anos a pessoa não mudou, não será em uma semana que ela mudará, vai por mim.

Aceitar o outro da forma que ele é consiste no inicio de tudo. Não somos hábeis para mudar os outros mas somos os únicos que podemos nos transformar. Se você perceber que existem muitos itens que não poderá abrir mão, então provavelmente você acabou de finalizar um ciclo muito importante em sua vida e está na hora de se preparar para partir para outra relação.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s